Câncer de Pele Melanoma

O Melanoma é o tumor de pele de comportamento mais maligno. Pode ser originado de pinta já existente ou aparecer como lesão nova. A origem do melanoma é na célula chamada melanócito que produz a melanina, que da cor a nossa pele.

Geralmente ocorre em regiões do corpo onde tomamos sol em caráter intermitente ou áreas de trauma: face, costas, couro cabeludo, pés, mãos e unhas.
O melanoma só representa 4% dos câncer de pele, porém é o mais agressivo e temido entre os cânceres da pele.

Quando detectados em estádios iniciais ele são curáveis. Quando detectados em estádios mais avançados podem ser bastante agressivos e gerar metástases.

Tem sido também relacionado a exposições solares intensas, com queimaduras solares dolorosas e com bolhas, durante a infância, o que nos leva novamente aos cuidados especiais com as crianças e adolescentes. O risco do melanoma não se restringe somente à exposição solar e pessoas de pele clara. Apesar de raro ele pode acometer pessoas de pele morena e até negros.

Lembrar da regra do ABCD:

Se apresentar alguns destes sinais procure um médico para analisar sua pinta:

A = Assimetria : Se traçar uma linha no meio do sinal e metade da pinta é diferente que a outra metade
B = Borda: a pinta tem uma borda que você não consegue delimitar bem seu limite.
C = Cor: pinta com mais de uma cor
D = Diametro maior que 6 mm

Embora seja o câncer da pele menos comum, o melanoma é o mais perigoso, podendo causar mortes. Se você tem história familiar desse tipo de câncer, você pode tê-lo mesmo sem ter se exposto ao sol!

Pode se apresentar como uma lesão enegrecida, com bordas mal delimitadas, com cores e diâmetros que podem se alterar com o tempo.

As pessoas mais propensas a este tipo de câncer da pele são aquelas com pele clara, que tiveram vários episódios de queimaduras solares com bolhas quando crianças ou pessoas com história familiar de melanoma.